desenhos / piu piu piu

os vaipes

Os vaipes são os VIP’s que não percebem nada do assunto. São os que se acham acima dos outros por terem dinheiro, mediatismo, bom emprego, um palmo de cara, um cargo político ou uma cunha num sítio qualquer.

Os vaipes são os cantores da moda que só bebem Evian e acordam o pessoal de um hotel a desoras para preparar a maior idiotice que acabam por não comer.  São os (altos) membros de um governo que respondem você sabe quem eu sou?! quando a recepcionista de um clube de fitness lhes pede o cartão para entrar. Aliás, os vaipes usam bastante essa expressão, ou derivadas, como se TODOS tivessem a obrigação de os conhecer e de os louvar.

Os vaipes são os que fazem tristes figuras no grande auditório do Centro Cultural de Belém, a bradar deixem-me entrar (atrasado) que eu sou VIP.  São as mães que têm um carrinho com um bebé lá dentro e se sentam a ocupar uma mesa numa esplanada onde quem está servido não tem mesmo onde se sentar e ainda dizem abespinhadas não vê que eu tenho uma criança?!

São também os que, por trabalharem na loja X (ou no Banco Privado), se arrogam ao direito de maltratar um potencial cliente, nem que mais não seja pelo telefone (porque o banco é selecto e não tem balcão aberto ao público). Como se o facto de atenderem o público os colocasse num plano superior ao comum dos mortais.

Os vaipes têm uma personalidade narcisistica que se revela em traços característicos, a saber:

  1. autoritarismo
  2. superioridade
  3. vaidade
  4. exibicionismo
  5. exploração dos outros
  6. auto-suficiência
  7. pretensão a privilégios

Li estas caracteristicas no n°(163) de Setembro da Courrier Internacional nacional, dedicado ao narcisismo. Hà uns senhores americanos que dizem que esta é uma doença dos nossos dias, sobretudo nos EUA. Os tais senhores escreveram este livro e ainda este.
Isto espalha-se depressa, muito depressa, porque os vaipes pululam, mesmo por aqui.

O que os vaipes não percebem é que VIP é o cidadão educado que tem respeito por si e pelo próximo.
vaipe

ps – vaipes é o nome que a B., mulher com muita experiência de vida (social) e que já viu, e ouviu, muita coisa, dá aos pseudo VIP’s. ah, e as situações aqui descritas são todas verídicas e vividas, por mim ou por próximos.

One thought on “os vaipes

  1. Na realidade não é príncipe quem quer mas quem pode. Estas atitudes são de sapos ou sapas que por muito que aspirem não podem chegar à realeza. ( no sentido metafórico da palavra, entenda-se). Falta-lhes a humildade própria de quem se sabe grande. A autoridade não se impõe, são os outros que a reconhecem e só a reconhecem em quem a tem por direito em virtude dos seus comportamentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s