desenhos / explorações / piu piu piu

le poids des apparences I

Aqui está um tema que dá pano para mangas. Pode dizer-se que este é apenas o 1º round, mas na realidade não há combate nenhum… Vamos a factos:

Aqui está um (belo dum) gráfico. A fonte?
Segundo o professor universitário Albert Mehrabian, a aparência determina os sentimentos em relação a alguém: 7 por cento da comunicação passa pelas palavras, 38 por cento pela entoação e pelo som da voz e 55 por cento pelo rosto, pela linguagem corporal e, por extensão, pelo aspecto da indumentária. (página 57 da Courrier Internacional nº170, de Abril de 2010)

Mais nada. Eis estudadinho aquilo que todos sabemos, de forma intuitiva. Já agora o título do post é também o título deste livro.

As conclusões deste estudo já todos sentimos na pele. Há um dos supra sumos da comunicação do qual não me recordo do nome (Watzlawick?) que afirmou que tudo é comunicação, mesmo a não comunicação. Mesmo quando estamos enfiados a um canto mudos e quedos estamos a afirmar não te metas comigo e deixa-me em paz. Ou estou chateado que nem um peru. Ou estou com as angónias (neologismo de um colega meu, palavra cujo significado se percebe logo).

Apesar de ser uma coisa empírica, nada como ter estes números bem presentes. As palavras, o sumo, portanto, tem um peso de 7%. Quer com isto dizer-se que podemos preparar uma bela duma apresentação, passar noites a fio a queimar pestanas e fazer, ainda assim, uma apresentação fraquita, apesar do conteúdo ser bom. Ou fazer um vistaço e perceber muito pouco do assunto.
Mas vamos um pouco mais longe.

Dificilmente me verão escrever posts a tecer loas à moda. Francamente estou-me nas tintas para as tendências da moda, apesar de ser impossível passar-lhes totalmente ao lado, a menos que nunca se compre nenhuma peça de roupa. Mas não há revista, livro, artigo, amiga, mãe, etc que não nos diga que tudo depende da atitude. Moda é atitude. E a atitude é boa parte dos 93%  para além das nossas palavras.

Dito de outra forma, atitude é confiança. Auto-confiança. É um aperto de mão firme, é uma voz segura e bem colocada, é um passo firme, são as costas direitas, é uma boa postura geral, tónica e flexível, que rigidez é para esquecer. É uma pessoa confortável em si e consigo mesma.

Ok, não dá para passar totalmente por cima da genética… Já não falando de uma dentadura lastimosa ou uma cabeleira demasiado farta ou rarefeita, a expressão que temos dá logo uma ideia (errada?) de nós. Sobrancelhas naturalmente descaídas, olhos com a parte branca inferior muito visível e temos imediatamente um carimbo de calimero na testa. Mas ouvi algures que até aos 40 temos a cara que Deus nos dá e a partir daí temos a cara que fazemos (rugas dão um empurrãozito), com as expressões faciais diárias.

Também já li que a Helena Rubinstein, sim sim, a da marca, ela mesma, afirmou que não há mulheres feias, apenas preguiçosas. Onde li também acrescentava que isto era fácil de dizer tendo em conta a conta bancária da referida senhora, mas no fundo no fundo não deixa de ter razão. A cosmética é transversal a todos os níveis sociais (e acho que a qualidade talvez também, com as grandes marcas representadas nos supermercados) e a atitude faz maravilhas.

Eis um tema que dá pano para mangas. Tenho muito mais para dizer e desenhar, mas já se faz tarde (e a máquina da roupa está a acabar e a loiça por lavar and so on and so on).

ps – a propósito de atitude :)

ps 2 – os políticos na tv têm os 100% a seu favor, na rádio já só 45% e percebe-se muito melhor o que dizem e não dizem. Discursos transcritos nos jornais e ficam os 7% preto no branco. Assim se entendem muitos resultados eleitorais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s